Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Mais Notícias > Projeto leva conscientização a homens para cuidados com a própria saúde
Início do conteúdo da página

Projeto leva conscientização a homens para cuidados com a própria saúde

Publicado: Sexta, 06 de Dezembro de 2019, 14h00 | Última atualização em Quarta, 18 de Dezembro de 2019, 16h15
Servidores e estudantes organizadores da ação - (Foto: Arquivo Institucional /CAO-IFAP)

"Foi uma iniciativa muito importante para estabelecer uma cultura de cuidado com a saúde do homem", disse Carlos Augusto Silva, docente do Instituto Federal do Amapá (Ifap), sobre a ação desenvolvida pelo "Projeto Novembro Azul: Homem também se cuida" do Campus Avançado Oiapoque do Ifap. O projeto, que foi desenvolvido pela turma do 3º módulo do curso técnico em Logística, contou com a participação de estudantes e servidores, além da comunidade externa formada por médicos, enfermeiros e outros profissionais da saúde do município.

Como forma de adesão à Campanha Nacional Novembro Azul, ocorrida no dia 30 de novembro, a ação teve por objetivo sensibilizar o público masculino sobre a importância de cuidados com a saúde. Durante o evento, o público teve a oportunidade de realizar testes rápidos para diagnósticos de doenças como hepatite B e C, HIV, sífilis e glicemia. A ação contou ainda com a contribuição da Secretaria Municipal de Saúde de Oiapoque.

O coordenador do projeto e docente do Ifap Aldrian Lima destacou que, além da conscientização, o objetivo é "acabar com o preconceito envolvendo os procedimentos de exame". Segundo o docente, "a falta de informação é uma das grandes barreiras que intimida muitos homens à prevenção e, consequentemente, ao diagnóstico precoce da doença", afirmou. "Sabe-se que no início o câncer de próstata não apresenta nenhum sintoma e, por isso, quando diagnosticado, em 95% dos casos a doença já está em estágio muito avançado”, declarou o coordenador.

Campanha

A campanha de conscientização é realizada por várias entidades no mês de novembro. A ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce favorece a quebra de preconceitos e motiva para os cuidados com a saúde masculina. No ritmo da campanha Outubro Rosa, os homens também são chamados à atenção especialmente quanto ao câncer de próstata.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, em 2018 foram diagnosticados 68.220 novos casos de câncer de próstata no país. A cada 41 homens, pelo menos 1 morrerá de câncer de próstata. O diagnóstico precoce favorece o tratamento e aumenta as possibilidades de cura. 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página